sábado, 3 de dezembro de 2016

Criminosos rendem família em condomínio e roubam dinheiro e carro em Sorocaba

    Criminosos armados atacaram um condomínio na divisa de Sorocaba com Itu e subtraíram de uma família dinheiro, vários objetos pessoais, um carro particular deles, que fora usado para carregar tudo o que conseguiram. 

    A polícia faz patrulhas na tentativa de encontrar os ladrões. Os bandidos invadiram a residência no Condomínio Santa Elizabeth, localizado perto do Centro de Detenção Provisória - CDP de Sorocaba, em uma área rural. 

    Eram três ladrões portando armas de fogo, encapuzados, renderam as pessoas da casa sob ameaça de atirar contra elas. O trio levou R$ 5 mil em dinheiro, diversos aparelhos eletrônicos e um carro Mitsubishi L200 de cor prata. Os criminosos carregaram o carro com tudo e fugiram. 

    Horas depois, a polícia, já comunicada do assalto, achou o veículo abandonado na Estrada do Varejão, no sentido de um pesqueiro na região. Não havia ninguém por perto do carro nem material roubado da casa dentro dele. O Mitsubishi será periciado pela Polícia Civil em busca de pistas dos ladrões.

    Reproduzido do Diário de Sorocaba

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Duas advogadas da Câmara de Vereadores de Salto de Pirapora pedem dispensa dos cargos

Procuradora Jurídica
    Desde o início de novembro deste ano, a advogada Laura Rebello Pereira não é mais a diretora jurídica da Câmara de Vereadores de Salto de Pirapora, ela pediu dispensa do cargo em comissão. Para assumir o cargo o presidente da Câmara, Miguel Marcelo Sobrinho (PSDB) contratou o advogado Gustavo Barata, que reside em Sorocaba.

Foi Laura Rebello quem produziu e assinou a contestação ao processo apresentado no Fórum pelo diretor financeiro da Câmara de Vereadores, Evandro Maciel. Na quarta-feira, 30/11, a advogada Maria Helena da Silva Traumuller, que atuava como procuradora jurídica também pediu para ser dispensada. Maria Helena elaborou e assinou o acordo extrajudicial formalizado entre o presidente da Câmara de Vereadores e o diretor financeiro; acordo que a justiça negou homologação por considerá-lo a beira de má fé. 
Diretora Jurídica


Sorocaba Notícia telefonou à Câmara de Vereadores tentando falar com o presidente da Câmara, mas por meio da assessoria de imprensa da Casa ouviu informação que o presidente preferiu não falar sobre a dispensa da advogada Maria Helena. 

    Ela era concursada e ocupava o cargo há meses. Nos próximos dias a Casa de Leis publicará portaria sobre o desligamento da servidora. O presidente da Câmara poderá contratar o próximo aprovado no concurso público realizado no ano passado. 

    A qui a notícia chega chegando

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Homem é assassinado por espancamento na periferia de Piedade

    No dia 21 de novembro de 2016, desapareceu o cidadão João Genésio dos Santos de 35 anos, residente no conjunto habitacional CDHU Airton Senna, na periferia Piedade. Um membro da família de João Genésio comunicou o fato à Polícia Civil.

    O delegado Oscar Garcia Machado Júnior e sua equipe de investigação começaram a trabalhar no caso e na quinta-feira, 01/12, encontraram o corpo numa vala localizada na Rua Pastor Hélio Vieira de Camargo, no conjunto habitacional onde o homem residia.

    Conforme relato da Polícia, o corpo apresentou sinais de lesões indicando que João Genésio sofreu morte por espancamento. O delegado colheu informações que apontam nomes de autores e inicialmente já pediu a prisão temporária de um suspeito. 

   Para garantir comodidade da investigação, a polícia não revelou o nome do suspeito e nem o motivo do homicídio com requinte de crueldade.

    Segredo da credibilidade é ser fiel ao fato

Guarda Civil de Sorocaba ganha aliado que denuncia comércio que vende cerol

    Guarda Civil Municipal de Sorocaba desenvolveu uma ação de educação para crianças na questão de uso de cerol em pipas. O trabalho educativo desenvolvido pela GCM, por meio de palestras sobre a conscientização e combate ao uso de cerol, provocou o fechamento de dois comércios na zona norte de Sorocaba, que foram autuados após denuncia por venda ilegal de cerol e linha chilena.
 
    Desde agosto, foram retomadas as palestras com o tema da campanha “Cerol? Corta Essa!”. Cerca de 3.200 alunos da rede pública municipal de ensino foram impactados pelas explanações. A campanha tem obtido bons frutos, e vários alunos ao final das palestras procuram os guardas civis para contar experiências ruins que tiveram com o uso do material cortante, e fazem a entrega de carretéis de linha mostrando, assim, que realmente entenderam o perigo que representa o uso desse material.
 
    A lei municipal nº 8471, vigente desde 2008, proíbe em Sorocaba a comercialização, o armazenamento, a distribuição e o uso de cerol (mistura de cola e vidro moído) ou de quaisquer materiais cortantes usados para empinar pipas. 
 
    Foram apreendidas 128 carretéis com linha chilena nos dois comércios da zona norte, um deles no Jardim São Guilherme e outro no Jardim Santa Marina II. Os dois tiveram multa no valor de R$ 1.636,52 cada e foram fechados. As palestras educativas continuam até o término do ano letivo e a partir da segunda quinzena de dezembro e por todo período das férias escolares, onde a procura pelo material intensifica-se.

    Reproduzido do Diário de Sorocaba

Polícia Civil de Sorocaba vai trabalhar com inquérito eletrônico


    Secretário da Segurança Pública do Estado de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho, esteve em Sorocaba com seu Gabinete Metropolitano de Gestão Estratégica de Segurança Pública (Gamesp) reunido no Parque Tecnológico, onde divulgou dados criminais e algumas novidades para Sorocaba. 

    Entre elas estão a implementação do inquérito eletrônico - uma maneira ágil e digital de acelerar os processos burocráticos e jurídicos de uma parte importante do processo, que a Justiça tem para dar andamento nas resoluções de casos criminais. A Baixada Santista já está com o sistema implementado, com mais de 3.500 inquéritos agilizados, e a previsão é de que Sorocaba receba-a em 2017.
 
    Outras ações destacadas por Mágino incluem o emprego de soldados de segunda classe da PM de Sorocaba na "Operação Natal" na cidade (que começou no dia 16 de novembro e entra em sua segunda fase amanhã) e o uso de um aplicativo para dispositivos móveis, que vai acelerar a emissão de laudos periciais para vistoria de motos e carros. "Teremos um empenho maior em admitir mais policiais nas ruas no ano que vem", informou o secretário, sobre o pedido frequente da população sobre mais policiais em patrulha. 
 
    O Estado de São Paulo conta com o maior efetivo da América Latina, com mais de 120 mil homens e mulheres trabalhando em 12 comandos de Polícia Militar, 12 diretorias de Polícia Civil e 11 núcleos regionais de Polícia Técnico-Científica.

    Reproduzido do Diário de Sorocaba
 

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Desfecho do Crime - Justiça impõe condenação por 33 anos a um dos envolvidos no acidente que matou Nicolly Amaral em Salto de Pirapora

    Juíza Thaís Galvão puniu Luan Freitas de Souza Araújo, 27 anos, com 33 anos, 1 mês e 18 dias, em regime inicial fechado, ele é um dos responsáveis pelo acidente que matou a adolescente Nicolly Caroline de Souza Amaral, 13 anos. 

    O fato ocorreu no início de fevereiro de 2016, quando um Honda Civic acompanhado por equipes de segurança pública colidiu na lateral de um Tucson na rodovia SP 264, em frente ao Condomínio Terras de São Francisco, em Salto de Pirapora. 

    O Honda Cívic era ocupado por dois indivíduos, um deles Luan Freitas de Souza Araújo. A magistrada entendeu que Luan cometeu dois assaltos, receptação e corrupção de menor (artigos 157 e 180 do Código Penal e artigo 244-B do Estatuto da Criança e do Adolescente); todos os delitos convenceram a juíza impôr condenação ao Luan no dia 04 de novembro deste ano.

          Relembre a dinâmica do caso

Luan Freitas
    Três indivíduos num automóvel Uno de cor vermelho, placa de Itapeva BSD 6235, um deles apontou uma arma de fogo e rendeu um analista de sistema, próximo da Prefeitura de Salto de Pirapora, e roubaram o carro dele, um Civic de cor prata.

    Dois indivíduos entraram no automóvel Civic e fugiram em direção à rodovia Francisco José Ayub (SP 264). O outro indivíduo fugiu conduzindo o Fiat Uno. A vítima do roubo informou o ocorrido. 

    Guardas civis saíram no encalço do veículo Civic e policiais militares fizeram acompanhamento ao Fiat Uno, que foi abordado no início da Estrada do Bairro da Barra, em Salto de Pirapora. A polícia deteve o adolescente que conduzia o Fiat Uno.

Honda Civic causa acidente fatal

    Durante a fuga, o automóvel Civic colidiu na lateral de um veículo Tucson de cor prata, que saia do Condomínio Terras de São Francisco para acessar a rodovia João Leme dos Santos (em frente a entrada do Bairro Ana Guilherme, em Salto de Pirapora). 

    O impacto arremessou para fora do Tucson a adolescente Nicolly Caroline Souza Amaral de 13 anos. A adolescente não resistiu às lesões e morreu. Foram socorridas a condutora do Tucson (H.C.A.S. de 37 anos) e a passageira do Tucson (K.C.S. de 33 anos). 

    Os dois indivíduos que estavam no automóvel Civic sofreram lesões, contudo, saíram do veículo e continuaram fugindo a pé. No interior do veículo Civic eles deixaram o revólver calibre 32 que foi usado para render o proprietário do Civic. Guardas civis de Salto de Pirapora apreenderam o revólver.

    Posteriormente, guardas civis de Araçoiaba da Serra capturaram os dois que fugiam a pé. A captura deles ocorreu pelo Bairro Jundiaquara. Outro adolescente, e o mecânico Luan Freitas de Araújo, 27 anos, residente no Bairro Novo Mundo, em Votorantim. Os dois adolescentes: um reside no Bairro Novo Mundo e o outro é morador do Bairro Itanguá, em Sorocaba. Os três foram apresentados na Delegacia de Salto de Pirapora, e estão à disposição da Justiça. 

    O caso que mobilizou policiais militares, guardas civis municipais e policiais rodoviários, iniciou por volta das 22h45 de quarta-feira (03/02) e terminou na madrugada seguinte. O analista de sistema (V.M. de 31 anos) reconheceu os indivíduos apontados como autores do roubo.
Nicolly Amaral


                    Notícia sem detalhe não é verdadeira, é suposição.

Furto famélico em Salto de Pirapora

    Caso inusitado atendido pela Polícia Militar e Polícia Civil em Salto de Pirapora. O cidadão P.H.S de 34 anos, (você saberá porque cito só iniciais do nome dele), residente no Bairro Rio Acima, em Votorantim, (você saberá porque Sorocaba Notícia cita só iniciais do nome dele) entrou no Pereira Supermercado, no centro de Salto de Pirapora, pegou um pote de sorvete pôs dentro de uma sacola e saiu sem pagar.

    O sistema de monitoramento por meio de câmeras mostrou a atitude dele. Um funcionário do mercado seguiu o rapaz e do lado de fora do mercado o abordou e ao confirmar que o rapaz furtara o produto o funcionário acionou a Polícia Militar. Os policiais apresentaram o caso na Delegacia da cidade. O rapaz afirmou ao delegado que sentiu vontade de tomar sorvete, no entanto não tinha dinheiro, por esse motivo ele subtraiu o pote de sorvete. 

                Liberado após o registro

    O delegado Gilberto Montenegro Costa Filho entendeu que o caso fora situação típica de furto famélico artigo 23 do Código Penal, que configura-se em alguém subtrair produto alimentício por motivo de estado de necessidade, neste caso considera-se excludente de ilicitude. Após o registro do caso o delegado liberou o rapaz.

    O segredo da credibilidade é ser fiel ao fato